(28) 2101-5656

“O amor nos une”, diz esposa de aposentado que ficou internado por Covid no HIFA Aquidaban


Em 53 anos de casados, José Alves e Nenzita nunca tinham dormido separados, até o aposentado ficar uma semana internado em tratamento contra Covid-19

04.01.2021

Reportagem da Roberta Bourguignon, A Tribuna veiculada no dia 25/12/2020

“Foi a primeira vez que passamos aniversário de casamento longe um do outro”, declara o aposentado José Alves Pereira, de 73 anos, após ter testado positivo para Covid-19 e ficar internado por uma semana no Hospital Aquidaban, em Cachoeiro de Itapemirim, Sul do Estado.

Durante o período de internação, completou 53 anos de casado com Nenzita Cândida Pereira, 70. Sem poder abraçar a mulher, mandou flores para a casa deles, em Guarapari, e recebeu vídeo com declaração de amor de Nenzita.

“Nunca passamos essa data longe um do outro, e nunca dormimos separados nesses 53 anos. Dormimos de mãos dadas todos os dias, desde o casamento. O coronavírus impediu que estivéssemos juntos, mas nada pode atrapalhar o nosso amor. Eu pensava nela todos os dias. O vídeo dela me emocionou muito”, disse José, com lágrimas nos olhos.

Nenzita não foi infectada. Mesmo após a saída do marido do hospital, eles ainda tiveram de ficar separados dentro de casa, por mais 14 dias. Na semana passada os dois puderam se abraçar novamente e, durante a entrevista para A Tribuna, selaram o reencontro com um beijo durante as fotos.

“O nosso amor nunca acaba. O meu amor por ela é diário. Todos os dias, levanto e agradeço por tudo. Eu sempre trabalhei fora, e ela cuidou das crianças. Tivemos sete filhos. Agradeço todos os dias pelo café, pelo almoço. Nossas esposas são nossas companheiras, não empregadas. Se eu for embora dessa terra, ela vai oito dias depois, e vice-versa, porque não conseguiríamos viver sem o outro”, brincou ele.

Para o casal, o amor é o segredo de tudo. “Desde o primeiro dia em que o vi, meu coração encheu de amor. Nosso olhar foi muito marcante. Éramos de cidades diferentes, e nos encontramos por acaso, porque ele se machucou. E a cada dia que passa, nosso amor aumenta ainda mais. Durante essa internação, eu pedia a Deus para trazer ele de volta”, lembrou Nenzita. José acredita ter sido infectado pelo vírus ao sair de casa para comprar um queijo para a mulher. “Usei o álcool direitinho, a máscara, mas abri a porta para ver o queijo, encostei no dinheiro. Depois, comecei a me sentir mal”, contou.

Confira reportagem no Jornal Impresso:

 

Comentários


Mais Notícias

Instagram @hifaes


Como chegar


Rua Coronel Guardia, 100 - Centro
Cachoeiro de Itapemirim - ES
CEP: 29300-070

  Acesse o mapa

Entre em contato


28 2101-5656
28 2101-5604
hifa@hifa.org.br

 Formulário de contato

© HIFA - Hospital Materno Infantil Francisco de Assis. Todos direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web