(28) 2101-5656

Dificuldade Alimentar na Infância


05.06.2020

Com informações da Nutricionista Clínica HIFA, Suellen Oliveira

Quinta-feira (04) foi dia da Conscientização Contra a Obesidade Infantil e para falar sobre o tema alimentação, em especial as dificuldades alimentares na infância, conversamos com a nutricionista clínica do Hospital Materno Infantil Francisco de Assis, HIFA, Suellen Oliveira. Segundo ela, o assunto é uma queixa rotineira das mamães, que relatam que seus filhos só comem determinados alimentos e não comem outros. 

Nesta fase, as crianças costumam ser muito seletivas, ingerem uma variedade escassa de alimentos e a preferência na grande maioria dos casos é por alimentos pouco nutritivos.
Alguns relatos das mamães são: “Meu filho só come arroz, batata frita e salsicha”; “Meu filho só quer tomar leite”; “Meu filho não come nenhuma fruta e nenhum vegetal”.

Pensando em orientar as mamães selecionamos algumas orientações e dicas. Confira:


1- Comer é um ato APRENDIDO. Não se deve obrigar, mas sim criar um ambiente favorável;

2- Se seu filho só come arroz, e batata frita (por exemplo), é porque você mamãe tem dado esses alimentos para ele comer. E tentar justificar dizendo que se você não der esses alimentos ele ficará com fome é um erro muito grande. Entendam: Fome é diferente de Desejo!

3- Não pergunte se ele QUER COMER ou O QUÊ ELE QUER COMER, pois isso será determinado pelos pais (o que você pode fazer são pré-escolhas e deixar ele escolher dentro daquelas opções que você determinar);

4- Se possível, envolva seu filho no preparo do alimento, mostre os alimentos para que ele conheça, conte histórias que envolvam alimentos, cante músicas que tenham essa temátia; 


5 -  Alimentos ruins atrapalham a aceitação de alimentos bons, então se você não quer que seu filho coma determinados alimentos, evite ter em casa e não leve a criança ao supermercado;

6- Não se sinta mal ao negar alimentos ruins ao seu filho. "A criança vai aguar" essa frase é um MITO.

7- É importante a família estar à mesa juntos, e que todos se alimentem bem, de forma saudável, pois os pais são o maior exemplo para a criança;

8- Existem alimentos que seu filho não vai gostar e isso é normal, mas ele deve ser exposto a esse alimento no mínimo 8 à 12 vezes (em dias intercalados e em preparações diferentes), para assim definir que ele realmente não gosta. Ele pode excluir da alimentação certos alimentos, mas nunca um grupo inteiro de alimentos (Ex: não come nenhuma fruta, não come nenhum legume);

9- Lembre-se: Estar bem alimentado, não é o mesmo que estar bem nutrido;

10- É mportante você saber que o NÃO faz parte do crescimento da criança. Portanto, saiba lidar com a birra e não ceda em nenhum momento. O NÃO, é um SIM para a saúde do seu filho.


A mudança de hábito é uma longa caminhada, exige perseverança e boa vontade! 

Para um acompanhamento especializado, leve seu filho ao nutricionista!

Comentários


Mais Notícias

Instagram @hifaes


Como chegar


Rua Coronel Guardia, 100 - Centro
Cachoeiro de Itapemirim - ES
CEP: 29300-070

  Acesse o mapa

Entre em contato


28 2101-5656
28 2101-5604
hifa@hifa.org.br

 Formulário de contato

© HIFA - Hospital Materno Infantil Francisco de Assis. Todos direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web